IDados na Folha de S. Paulo: Classe C afunda aos milhões e cai na miséria

Mais de 30 milhões deixam classificação; perspectiva para 2021 é de mais perda de renda nas classes D e E.

313
classe C

Um levantamento da consultoria IDados, que aponta que oito em cada dez famílias com rendimento mensal superior a R$ 5.225 também perderam renda no último trimestre de 2020, na comparação com o mesmo período de 2019, foi fonte para uma reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo.

A matéria, assinada pelo repórter Fernando Canzian, afirma que, devido à crise ocasionada pela pandemia de Covid-19, mais de 30 milhões de brasileiros que até 2020 se enquadravam na Classe C, passaram a fazer parte das classes D e E. Isso não só aumentará a desigualdade social brasileira, mas retardará a recuperação econômica.

Confira a reportagem completa AQUI ou abaixo:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui