Início Imprensa IDados no Valor: Geração de empregos perde fôlego em 2022

IDados no Valor: Geração de empregos perde fôlego em 2022

O mercado de trabalho em 2022 deve fechar com desemprego ainda acima de 11%. É o que monstra um levantamento da consultoria IDados que foi pauta no jornal Valor Econômico.

Segundo o pesquisador Tiago Cabral, responsável pelos dados, as incertezas devem dificultar decisões de investimentos pelas empresas e também o ritmo de contratações em 2022.

O especialista afirma ainda que existe uma queda bem significativa do desemprego. “Essa diminuição foi puxada pela informalidade, que deve seguir até os dados referentes ao fim de 2021”. As projeções de Cabral apontam que o cenário de 2022 deve seguir nebuloso para a economia e para o mercado de trabalho: “há uma incerteza eleitoral muito grande, acompanhada de uma inflação elevada e juros altos. Além disso, existe a questão da ômicron”.

Confira a reportagem completa aqui ou abaixo:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile