Nota no Ancelmo Gois sobre emprego e desemprego é publicada com base em levantamento do IDados

65
mercado de trabalho formal

Levantamento do IDados sobre emprego e desemprego foi apresentado em duas notas na coluna do Ancelmo Gois, em O Globo, no dia 01 de Janeiro de 2018. Confira:

Análise mostra que Rio está retomando geração de empregos

Entre 2010 e 2014, o país teve um superávit de 5.454,632 empregos com carteira assinada. Mas, com a chegada da crise, o Brasil perdeu, só entre 2015 e 2016, quase três milhões de empregos (1.625,551, em 2015, e 1.371,363, em 2016). Este ano, o mercado de trabalho se recuperou timidamente. Até novembro, temos um superávit de 205.111 novos empregos com carteira assinada. Amém.

Segue…
No estado do Rio, no período de bonança entre 2010 e 2014, foram criados 570 mil empregos formais. Em 2015 e 2016, sumiram 420 mil empregos. Em 2017, veja só, a situação melhorou um pouquinho, o Rio continua, até novembro, com um déficit de 85 mil vagas. Que venha 2018!

O levantamento é do IDados com base no Caged.”

Confira na íntegra clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.