IDados no Estado de S. Paulo: 11% dos trabalhadores que cursaram faculdade ganham até 1 salário mínimo

No segundo trimestre de 2019, eram 2,77 milhões de brasileiros nesta situação.

426
trabalhadores que cursaram faculdade

Um levantamento realizado pelo pesquisador Bruno Ottoni, da consultoria IDados, foi destaque no jornal O Estado de S. Paulo, no último domingo, dia 13 de outubro.

Com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do IBGE, o pesquisador identificou que entre abril e junho deste ano, 11% de trabalhadores formais e informais que cursaram faculdade ganhavam até um salário mínimo. Ou seja, no segundo trimestre de 2019, 2,77 milhões de brasileiros estavam nessa situação.

Leia também: O MERCADO DE TRABALHO PARA HOMENS E MULHERES COM ENSINO SUPERIOR

Também com base na Pnad-Contínua, foi identificado que o avanço da informalidade é um fator que pode explicar o aumento do número de graduados em universidades que ganham um salário mínimo.

Leia na íntegra clicando aqui.

 

idados estadão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui