IDados no G1: 11,5 milhões perderam emprego no setor privado. Setor público seguiu contratando

237
perderam emprego

Um levantamento realizado por Mariana Leite, pesquisadora da consultoria IDados, embasou uma reportagem de Bianca Lima e Luiz Guilherme Gerbelli, veiculada pelo G1. Realizada a partir de dados disponibilizados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Trimestral, a análise revelou que, entre os meses de setembro de 2019 e de 2020, 11,5 milhões de brasileiros saíram da população ocupada no setor privado. Na contramão, nesse mesmo período, o setor público criou 145,4 mil postos de trabalho.

Leia também: A defasagem idade-série no Ensino Fundamental e Médio

Segundo Mariana, “O ciclo de contratações do setor público acompanha muito mais o calendário das eleições do que a economia do país. Até porque os servidores, em sua maioria, têm estabilidade no emprego. E a demanda por serviços públicos, em momentos de crise, não diminuiu tanto quanto a demanda por serviços privados”, explica.

Leia a reportagem completa aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.