IDados no Valor Econômico: “Metade do Nordeste está apta ao auxílio”

Levantamento da consultoria IDados sobre o perfil dos que estão aptos a receber o auxílio do governo federal em função do novo coronavírus foi alvo de reportagem.

138
dependentes no mercado de trabalho

Um levantamento da consultoria IDados sobre o perfil dos brasileiros que se enquadram nos critérios previstos para receber o auxílio emergencial de R$600 do governo federal em função das consequências econômicas do novo coronavírus foi alvo de reportagem no jornal Valor Econômico nessa segunda-feira, dia 13 de abril.

De acordo com a pesquisadora Mariana Leite, responsável pelo levantamento, “21,1 milhões dos brasileiros aptos ao benefício estão no Nordeste”. Esse número representa 51,2% da população adulta da região. A especialista afirma, ainda, que “o mercado do Nordeste tem números piores de emprego e renda e foi bastante afetado pela recessão, com posterior dificuldade de recuperação.

A reportagem destaca também que a ajuda elaborada pelo governo deve focar em pessoas com baixa renda: “Em geral, o auxílio parece bem focado na população de baixa renda, que será mais afetada no período de isolamento social”, afirma Mariana.

Leia mais nesse link ou abaixo.

nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.