Início Educação Educação infantil Iniciar a vida escolar pela pré-escola é mais vantajoso do que iniciar...

Iniciar a vida escolar pela pré-escola é mais vantajoso do que iniciar pela creche em todo o país?

Em posts anteriores (aqui e aqui), foram analisadas as diferenças de desempenho dos alunos brasileiros que frequentaram creche, pré-escola ou que entraram diretamente no Ensino Fundamental. As evidências apontaram que alunos que iniciaram a vida escolar na pré-escola apresentam resultados melhores que alunos que frequentaram creche antes de ingressar na pré-escola.

Porém, dada a abrangência do Brasil, pode haver regiões ou estados onde esse resultado não é encontrado. Assim, com base em dados da Prova Brasil de 2019 no 5° e 9° ano do Ensino Fundamental, esse post busca levantar qual a diferença de desempenho, em cada estado, entre os alunos que frequentaram creche e pré-escola e aqueles que somente frequentaram a pré-escola.

A figura abaixo mostra a diferença, por estado, de desempenho, para o 5° e 9° ano, entre os alunos de escolas públicas que iniciaram a vida escolar na pré-escola e os que iniciaram a vida escolar na creche. O circulo vermelho indica a diferença estimada, enquanto as hastes azuis indicam o intervalo de confiança da estimativa. Se ambos (o círculo e as hastes) estão acima da linha que marca o zero, fazer pré-escola sem ter feito creche naquele estado está relacionado a melhores resultados em relação a ter frequentado pré-escola e creche. As estimativas controlam para diferenças de características dos alunos e das escolas (tais como raça, turno, escolaridade da mãe, reprovação, abandono, descolamento até a escola e área urbana).

No 5° ano, nos estados do Piauí, Ceará, São Paulo e Rio Grande do Sul, iniciar a vida escolar na pré-escola foi relacionado com piores resultados em comparação a iniciar a vida escolar na creche. No Ceára, por exemplo, os alunos que iniciaram na pré-escola alcançaram, em média, menos 3,2 pontos na Prova Brasil do que os alunos que iniciaram a vida escolar na creche. Em outros 11 estados, não ocorreram diferenças significativas, e nos demais 12 estados, iniciar pela pré-escola teve efeito positivo.

No 9° ano, somente no Piauí as creches se saíram melhores; no Amapá, Rio de Janeiro e Distrito Federal não foram registradas diferenças; e nos outros 22 estados, ingressar pela pré-escola foi relacionado a melhores resultados do que ingressar pela creche, com destaque para o Mato Grosso, onde a diferença foi de cerca de 7 pontos.

Em suma, apesar de haver alguma variabilidade, ingressar na vida escolar pela pré-escola parece ser mais vantajoso na maioria dos estados do que ingressar pela creche.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Sair da versão mobile