Aposentadoria por faixa etária

329

A Reforma da Previdência é considerada uma pauta prioritária do novo governo. Um de seus pontos mais polêmicos é a definição de uma idade mínima para a aposentadoria, que deve ficar em 65 anos.

Neste post, analisamos como se distribui a proporção de aposentados por faixa etária e como essa proporção se alterou ao longo das últimas décadas, dando ênfase aos grupos que mais serão afetados por uma possível inclusão da idade mínima.

O que vemos no Gráfico 1 é que a proporção da população aposentada e/ou pensionista antes dos 60 anos vem diminuindo. Em 2002, 44% das mulheres de 55 a 60 anos era aposentada contra 36% dos homens. Em 2017, essa proporção caiu para 36,6% e 25,3%, respectivamente. Já na faixa de 60 a 65 anos, vemos uma queda na proporção para os homens (de 62,3% para 54,8%), mas não para mulheres.

Nas faixas etárias mais jovens, a proporção de mulheres aposentadas ou pensionistas é superior à dos homens. Já nas faixas etárias mais velhas (65 anos ou mais), essa relação se inverte, havendo mais homens recebendo o benefício do que mulheres. Isso possivelmente é causado pela baixa participação no mercado de trabalho de mulheres mais velhas.

No Gráfico 2, olhamos os mesmos números com outro enfoque. Agora, o interesse é saber qual a proporção de aposentados e pensionistas em cada faixa etária. O objetivo é identificar qual o peso de cada grupo etário sobre o total de aposentados do país.

Conforme o esperado, o maior grupo relativo é o de pessoas com idade superior a 75 anos (homens e mulheres). Contudo, uma parcela considerável do total de aposentados está em faixas etárias mais baixas (abaixo dos 65 anos sugeridos como idade mínima). Dentre os homens, 40,8% possuem menos de 65 anos (esse número era aproximadamente 52% em 2002). Dentre as mulheres, esse número saiu de 53,8% em 2002 para 45,1% em 2017.

[vc_raw_js]JTNDZGl2JTIwY2xhc3MlM0QlMjJpbmZvZ3JhbS1lbWJlZCUyMiUyMGRhdGEtaWQlM0QlMjIwMmM1YzgzOC01NTU4LTQ3NDItYThkNi0zMTEyMWY3YTJjMmUlMjIlMjBkYXRhLXR5cGUlM0QlMjJpbnRlcmFjdGl2ZSUyMiUyMGRhdGEtdGl0bGUlM0QlMjJBcG9zZW50YWRvcmlhJTIwcG9yJTIwZmFpeGElMjBldCVDMyVBMXJpYSUyMiUzRSUzQyUyRmRpdiUzRSUzQ3NjcmlwdCUzRSUyMWZ1bmN0aW9uJTI4ZSUyQ3QlMkNzJTJDaSUyOSU3QnZhciUyMG4lM0QlMjJJbmZvZ3JhbUVtYmVkcyUyMiUyQ28lM0RlLmdldEVsZW1lbnRzQnlUYWdOYW1lJTI4JTIyc2NyaXB0JTIyJTI5JTVCMCU1RCUyQ2QlM0QlMkYlNUVodHRwJTNBJTJGLnRlc3QlMjhlLmxvY2F0aW9uJTI5JTNGJTIyaHR0cCUzQSUyMiUzQSUyMmh0dHBzJTNBJTIyJTNCaWYlMjglMkYlNUUlNUMlMkYlN0IyJTdEJTJGLnRlc3QlMjhpJTI5JTI2JTI2JTI4aSUzRGQlMkJpJTI5JTJDd2luZG93JTVCbiU1RCUyNiUyNndpbmRvdyU1Qm4lNUQuaW5pdGlhbGl6ZWQlMjl3aW5kb3clNUJuJTVELnByb2Nlc3MlMjYlMjZ3aW5kb3clNUJuJTVELnByb2Nlc3MlMjglMjklM0JlbHNlJTIwaWYlMjglMjFlLmdldEVsZW1lbnRCeUlkJTI4cyUyOSUyOSU3QnZhciUyMHIlM0RlLmNyZWF0ZUVsZW1lbnQlMjglMjJzY3JpcHQlMjIlMjklM0JyLmFzeW5jJTNEMSUyQ3IuaWQlM0RzJTJDci5zcmMlM0RpJTJDby5wYXJlbnROb2RlLmluc2VydEJlZm9yZSUyOHIlMkNvJTI5JTdEJTdEJTI4ZG9jdW1lbnQlMkMwJTJDJTIyaW5mb2dyYW0tYXN5bmMlMjIlMkMlMjJodHRwcyUzQSUyRiUyRmUuaW5mb2dyYW0uY29tJTJGanMlMkZkaXN0JTJGZW1iZWQtbG9hZGVyLW1pbi5qcyUyMiUyOSUzQiUzQyUyRnNjcmlwdCUzRSUzQ2RpdiUyMHN0eWxlJTNEJTIycGFkZGluZyUzQThweCUyMDAlM0Jmb250LWZhbWlseSUzQUFyaWFsJTIxaW1wb3J0YW50JTNCZm9udC1zaXplJTNBMTNweCUyMWltcG9ydGFudCUzQmxpbmUtaGVpZ2h0JTNBMTVweCUyMWltcG9ydGFudCUzQnRleHQtYWxpZ24lM0FjZW50ZXIlM0Jib3JkZXItdG9wJTNBMXB4JTIwc29saWQlMjAlMjNkYWRhZGElM0JtYXJnaW4lM0EwJTIwMzBweCUyMiUzRSUzQ2ElMjBocmVmJTNEJTIyaHR0cHMlM0ElMkYlMkZpbmZvZ3JhbS5jb20lMkYwMmM1YzgzOC01NTU4LTQ3NDItYThkNi0zMTEyMWY3YTJjMmUlMjIlMjBzdHlsZSUzRCUyMmNvbG9yJTNBJTIzOTg5ODk4JTIxaW1wb3J0YW50JTNCdGV4dC1kZWNvcmF0aW9uJTNBbm9uZSUyMWltcG9ydGFudCUzQiUyMiUyMHRhcmdldCUzRCUyMl9ibGFuayUyMiUzRUFwb3NlbnRhZG9yaWElMjBwb3IlMjBmYWl4YSUyMGV0JUMzJUExcmlhJTNDJTJGYSUzRSUzQ2JyJTNFJTNDYSUyMGhyZWYlM0QlMjJodHRwcyUzQSUyRiUyRmluZm9ncmFtLmNvbSUyMiUyMHN0eWxlJTNEJTIyY29sb3IlM0ElMjM5ODk4OTglMjFpbXBvcnRhbnQlM0J0ZXh0LWRlY29yYXRpb24lM0Fub25lJTIxaW1wb3J0YW50JTNCJTIyJTIwdGFyZ2V0JTNEJTIyX2JsYW5rJTIyJTIwcmVsJTNEJTIybm9mb2xsb3clMjIlM0VJbmZvZ3JhbSUzQyUyRmElM0UlM0MlMkZkaXYlM0U=[/vc_raw_js]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui