Consultoria IDados no Valor Econômico: Brasil perde a corrida da automação industrial

769
automação industrial

Foi pauta do jornal Valor Econômico nessa segunda-feira, dia 29 de julho, um levantamento realizado pelos pesquisadores Bruno Ottoni e Tiago Barreira, da consultoria IDados, que mostra que entre os anos de 2008 e 2017 o Brasil ficou para trás em automação industrial comparado com o movimento de outros países. Isso fará com que o país tenha dificuldade para ingressar na quarta revolução industrial.

Os últimos números divulgados pela Federação Internacional de Robótica evidenciam que o Brasil possuía 12.373 máquinas desse tipo em 2017, somente 0,6% dos robôs então instalados no mundo. O número coloca o Brasil na 18ª posição no ranking das nações mais automatizadas, uma posição ruim para um país com a oitava economia do mundo.

O presidente da consultoria IDados, Paulo Oliveira, apresenta como diagnósticos possíveis, a pouca abertura da economia brasileira e sua estrutura oligopolizada, além de uma força de trabalho barata na comparação com países mais automatizados, todos fatores estruturais que desestimulam a busca por mais competitividade via automação.

Leia a matéria na íntegra abaixo ou clicando aqui.

Consultoria IDados Valor Econômico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui