A evolução da evasão escolar no ensino médio por estados

evasão escolar
Interior of modern empty classroom

Em um post anterior (leia aqui), vimos que, apesar de a taxa de evasão no ensino médio ter caído entre 2007 e 2017, em ao menos um de cada cinco municípios brasileiros houve aumento da evasão no período. Este post analisa a evolução da evasão por unidade da federação e mostra grandes diferenças entre as regiões do país.

O painel esquerdo da figura abaixo mostra a porcentagem de municípios de cada estado em que houve aumento da evasão no período. A fonte dos dados é a mesma do post anterior (INEP/MEC).

Há uma grande variabilidade entre estados, com a porcentagem variando de 1,6% em Pernambuco (que possui 185 municípios) a 42,3% em Mato Grosso do Sul (79). Dentre aqueles em que o aumento foi maior que 20% estão estados de todas grandes regiões do país, incluindo todos os estados da região Sul.

O painel direito da figura mostra a taxa média de evasão em 2007 para cada estado. A comparação entre os painéis mostra que a porcentagem de municípios em que houve aumento da evasão entre 2007 e 2017 tende a ser maior nos estados em que a evasão era menor em 2007.

Entretanto, além da variabilidade observada, cabe destacar que uma taxa de evasão de 10%, a menor em 2007, não é baixa, ainda mais se considerarmos o fato de que os números apresentados não levam em conta a população que estava fora da escola e que, por definição, não poderia evadir.

Um dos maiores desafios nesses tempos de pandemia é evitar que o cenário piore.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui