Pesquisa inédita da consultoria IDados no Valor Econômico: “desemprego longo afeta carreira de jovens”

De acordo com Bruno Ottoni, pesquisador responsável pelo levantamento, o desemprego mais longo pode afetar os mais jovens, situação que pode ser agravada em situações de crise como a vivida atualmente, com a pandemia de coronavírus.

Uma pesquisa inédita realizada pela consultoria IDados foi pauta de uma matéria no jornal Valor Econômico dessa quinta-feira, dia 25 de junho. O estudo “Transição da Escola para o Trabalho” ouviu 3.527 jovens de 16 a 29 anos de idade de todas as regiões do Brasil entre maio e junho de 2019.

De acordo com Bruno Ottoni, pesquisador responsável pelo levantamento, o desemprego mais longo pode afetar os mais jovens, situação que pode ser agravada em situações de crise como a vivida atualmente, com a pandemia de coronavírus.

A reportagem destaca também que a experiência ajuda a reduzir o tempo em que os jovens ficam sem emprego, mas “tem efeito limitado para amenizar as diferenças entre quem inicia a carreira no mercado formal ou informal”.

Leia a reportagem completa abaixo:

Escola para o trabalho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.