Percentual de professores homens e mulheres que mudam de escola entre um ano e outro

187

Este post utiliza os últimos dados do Censo Escolar da Educação Básica (2016-2017) para estimar a taxa de rotatividade de professores no Brasil de acordo com o gênero. A taxa de rotatividade, também conhecida como turn over, é o percentual de professores que mudaram de escola entre dois anos.

Vemos, na Tabela 1, abaixo, que 30,2% dos professores que lecionavam em determinada escola do Ensino Infantil em 2016 mudaram para outra escola em 2017. Essa taxa para as professoras foi ligeiramente maior – 33.6%. Na educação infantil, 86% dos professores eram mulheres.

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a taxa de rotatividade para homens e mulheres é praticamente a mesma – 33,7% e 33,4%, respectivamente. Nessa etapa, o percentual de professores mulheres era de 80,4%.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental, nos quais o percentual de professores mulheres era de 72,1%, a taxa de rotatividade foi de 34,5% para homens e de 33,3% para mulheres,

Finalmente, no Ensino Médio, houve uma taxa de rotatividade de 30,8% para os homens e de 30,5% para as mulheres, praticamente a mesma.

Em resumo, a taxa de rotatividade entre professores e professoras não é muito diferente, com exceção da Educação Infantil, onde a taxa de rotatividade das mulheres é 3,4 pontos percentuais maior do que a dos homens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui