Percentual de professores homens e mulheres que mudam de escola entre um ano e outro

94

Este post utiliza os últimos dados do Censo Escolar da Educação Básica (2016-2017) para estimar a taxa de rotatividade de professores no Brasil de acordo com o gênero. A taxa de rotatividade, também conhecida como turn over, é o percentual de professores que mudaram de escola entre dois anos.

Vemos, na Tabela 1, abaixo, que 30,2% dos professores que lecionavam em determinada escola do Ensino Infantil em 2016 mudaram para outra escola em 2017. Essa taxa para as professoras foi ligeiramente maior – 33.6%. Na educação infantil, 86% dos professores eram mulheres.

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a taxa de rotatividade para homens e mulheres é praticamente a mesma – 33,7% e 33,4%, respectivamente. Nessa etapa, o percentual de professores mulheres era de 80,4%.

Já nos anos finais do Ensino Fundamental, nos quais o percentual de professores mulheres era de 72,1%, a taxa de rotatividade foi de 34,5% para homens e de 33,3% para mulheres,

Finalmente, no Ensino Médio, houve uma taxa de rotatividade de 30,8% para os homens e de 30,5% para as mulheres, praticamente a mesma.

Em resumo, a taxa de rotatividade entre professores e professoras não é muito diferente, com exceção da Educação Infantil, onde a taxa de rotatividade das mulheres é 3,4 pontos percentuais maior do que a dos homens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.